Novidades e Tendências

NOTÍCIAS

07/nov/2019

“Tenho artrose no quadril e agora?”

Tão comum quanto o acometimento da artrose nas costas, a artrose no quadril também chamada de osteoartrose ou coxartrose é causada por um desgaste da articulação que provoca dores intensas no quadril.

Geralmente se apresenta durante o dia, ao andar ou permanecer sentado por muito tempo.

O quadril é a junta que liga o osso da coxa (fêmur) ao osso da bacia (acetábulo) permitindo os movimentos dos membros inferior, por isso, é responsável por sustentar boa parte do corpo.

Pessoas acima dos 45 anos são mais frequentemente acometidas, mas pode acontecer também com os mais jovens.

O tratamento é baseado no alívio de sintomas com uso de medicamentos e sessões de fisioterapia; cirúrgicas são indicadas em último caso, quando não há melhora com o tratamento clínico. Ambas as intervenções devem ser sempre indicadas e orientadas pelo médico ortopedista.

Na cirurgia é feita a substituição da articulação com desgaste pela prótese de quadril.

Para evitar complicações de um diagnóstico tardio, fique atento aos principais sintomas:

  • Dor no quadril, que piora ao andar, ficar sentado por muito tempo ou ao deitar de lado sobre a articulação afetada;
  • Dificuldade de cortar as unhas dos pés, calçar meias, amarrar o sapato ou levantar da cadeira, cama ou sofá que sejam mais baixos.
  • Andar mancando;
  • Sensação de dormência ou formigamento nas pernas;
  • A dor pode ir do quadril até o joelho na parte interna da perna;
  • Dor em queimação na batata da perna;
  • Dificuldade para movimentar a perna pela manhã;
  • Sensação de areia ao mexer a articulação.

Machucou? Lesionou? Doeu?

Instituto Osmar de Oliveira

Há 37 anos referência em Ortopedia, reabilitação e Medicina Esportiva.


26/fev/2018

Os exercícios físicos são a forma mais recomendada de manter a saúde em dia, promovendo o bem-estar não só do corpo, mas também da mente. Alguns minutos de exercício diário já podem fazer diferença, seja andar, correr, pedalar, nadar ou dançar. No entanto, o indivíduo deve saber a importância de aquecer-se e alongar-se antes de […]


04/out/2017

Com a competitividade do futebol moderno, até as lesões mudaram de característica. Antigamente, as principais lesões eram provenientes de faltas ou choques entre dois jogadores. Atualmente esses traumas estão altamente relacionados a movimentos de rotação e explosão muscular. Uma análise feita em prontuários médicos de oito times com atletas profissionais, ortopedistas da Universidade Federal de […]


10/ago/2017

A Síndrome do Piriforme é uma irritação do nervo Ciático, provocada pelo aumento da tensão ou espasmo do músculo piriforme. O músculo piriforme é um importante estabilizador da articulação do quadril e fica abaixo do músculo glúteo máximo, em uma região mais profunda. Muito próximo a ele passa o nervo ciático, por isso problemas neste músculo também podem gerar […]


18/jul/2017

Sempre que este assunto é abordado pelos meios de comunicação em matérias sobre cotidiano e treinamento dos corredores, uma pergunta é feita: corredores se beneficiam ou não com o treinamento de força realizado durante a temporada de treinos e competições? Talvez o mais plástico dos órgãos do corpo humano, o músculo pode sofrer modificações em […]


15/jul/2017

Como ortopedista e como praticante de tênis, estou muito acostumado com esta “doença”, também chamada de tennis elbow. A epicondilite lateral é bastante comum entre os praticantes desta modalidade e é difícil de encontrar um tenista amador que nunca tenha sentido algum tipo de dor no cotovelo. Darei algumas dicas a seguir, baseados no meu […]


instituto
O Instituto Osmar de Oliveira construiu ao longo destes últimos 39 anos uma trajetória de sucesso e profissionalismo, tornando-se referência em São Paulo na área da Ortopedia, Medicina Esportiva e Reabilitação.

R. Dona Germaine Burchard, 332 - Perdizes - São Paulo - SP - CEP 05002-061

Últimos artigos publicados