Novidades e Tendências

NOTÍCIAS

15/dez/2020

Tendinite e Bursite no Quadril, a diferença é que a primeira se trata da inflamação no tendão, ou seja, na parte do músculo que é ligada ao osso, enquanto que a bursite é justamente a inflamação na bursa, uma bolsa pequena com líquido sinovial que tem a função de absorver o atrito, preservando estruturas como proeminências ósseas e tendões.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Os sintomas mais comuns são vermelhidão, edema (inchaço), formigamento, limitação de movimentos na região lesionada e dor no local, que pode irradiar para toda musculatura ao redor, podendo causar espasmos, fadiga e diminuição da força muscular.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
A causa mais comum de tendinites e bursites é o trauma local ou “overuse” (excesso) durante trabalho ou jogo, particularmente se o paciente tem um mau condicionamento físico, má postura, ou usa o membro afetado em uma posição forçada e desajeitada.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
O tratamento consiste em medicações e fisioterapia, além de evitar atividades no esporte e no trabalho que propiciem o desenvolvimento do problema. As medicações, dependendo da intensidade dos sintomas, podem ser por via oral, injeções intramusculares ou infiltrações.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Se seu trabalho ou hobby contribui para o problema, pode ser interessante alguns ajustes ergonômicos do local de trabalho ou do posicionamento do corpo. Em caso de dúvidas sobre Tendinite e Bursite no Quadril, entre em contato conosco para que possamos esclarecer e te ajudar!

Atrose-de-quadril-o-que-e-como-tratar.jpg
05/jul/2019

“Tenho artrose no quadril e agora?” 

Como essa pergunta é frequentemente realizada pelos pacientes, hoje o um dos nossos especialistas em quadril, Dr. Ricardo Marques, irá responde-la.

Tão comum quanto o acometimento da artrose nas costas, a artrose no quadril também chamada de osteoartrose ou coxartrose é causada por um desgaste da articulação que provoca dores intensas no quadril.

Geralmente se apresenta durante o dia, ao andar ou permanecer sentado por muito tempo.

O quadril é a junta que liga o osso da coxa (fêmur) ao osso da bacia (acetabulo) permitindo os movimentos dos membros inferior, por isso, é responsável por sustentar boa parte do corpo.

Pessoas acima dos 45 anos são mais frequentemente acometidas, mas pode acontecer também com os mais jovens.

O tratamento é baseado no alívio de sintomas com uso de medicamentos e sessões de fisioterapia; cirúrgicas são indicadas em último caso, quando não há melhora com o tratamento clínico. Ambas as intervenções devem ser sempre indicadas e orientadas pelo médico ortopedista.

Na cirurgia é feita a substituição da articulação com desgaste pela prótese de quadril.

Sintomas

Para evitar complicações de um diagnóstico tardio, fique atento aos principais sintomas:

  • Dor no quadril, que piora ao andar, ficar sentado por muito tempo ou ao deitar de lado sobre a articulação afetada;
  • Dificuldade de cortar as unhas dos pés, calçar meias, amarrar o sapato ou levantar da cadeira, cama ou sofá que sejam mais baixos.
  • Andar mancando;
  • Sensação de dormência ou formigamento nas pernas;
  • A dor pode ir do quadril até o joelho na parte interna da perna;
  • Dor em queimação na batata da perna;
  • Dificuldade para movimentar a perna pela manhã;
  • Sensação de areia ao mexer a articulação.

Machucou? Lesionou? Doeu?
Instituto Osmar de Oliveira


instituto
O Instituto Osmar de Oliveira construiu ao longo destes últimos 40 anos uma trajetória de sucesso e profissionalismo, tornando-se referência em São Paulo na área da Ortopedia, Medicina Esportiva e Reabilitação.

R. Dona Germaine Burchard, 332 - Perdizes - São Paulo - SP - CEP 05002-061