Densitometria óssea – quando fazer e quando repetir?

10 de novembro de 2017 por Osmar0

Um teste de densidade óssea diz se você tem uma densidade óssea normal, baixa densidade óssea (osteopenia) ou osteoporose. É o único teste que pode diagnosticar a osteoporose. A baixa densidade óssea aumenta o risco de um osso ser fraturado. Um teste de densidade óssea pode ajudar você e seu médico:

  • saberem se você tem “ossos fracos” ou osteoporose antes que você quebre um osso;
  • preverem a sua chance de quebrar um osso no futuro;
  • acompanharem se a sua densidade óssea está melhorando, piorando ou permanecendo a mesma ao longo do   tempo;
  • descobrirem se um medicamento para osteoporose está sendo eficaz;
  • descobrirem se você tem osteoporose depois de uma fratura;

As indicações para que este exame seja solicitado são :

  • mulher de idade de 65 anos ou mais;
  • homem de idade de 70 anos ou mais;
  • se você quebrar um osso após os 50 anos;
  • se você é uma mulher na menopausa com fatores de risco;
  • se você é uma mulher pós-menopausa com idade inferior a 65 anos com fatores de risco;
  • se você é um homem de idade 50-69 com fatores de risco.

Um teste de densidade óssea também pode ser necessária se você tiver qualquer uma das seguintes situações:

  • um raio-X da coluna mostrando um achatamento de uma vértebra;
  • dor nas costas com uma possível fratura em sua coluna; 
  • perda de altura de 2,5cm ou mais dentro de um ano;
  • perda de altura total de 4cm de sua altura original;

Alguns pacientes procuram o médico com o desejo de saber se tem osteoporose e percebo que às vezes este exame é realizado sem um critério objetivo. Muitos pacientes realizam este exame anualmente, mesmo quando tem uma densitometria óssea normal. Os critérios acima ajudam os médicos a solicitar este exame com mais racionalidade e evitam assim perda de tempo e de dinheiro a todos os envolvidos no sistema de saúde.

Um artigo recente publicado no New England Journal of Medicine  estudou mais de 5000 mulheres  por mais de 10 anos.  Este grupo tinha mais de 67 anos e não tinha OSTEOPOROSE. Observaram que desenvolveram osteoporose após 15 anos :

– apenas 1% das pessoas com densidade óssea normal;

– por volta de 5%  das pessoas com leve-moderada osteopenia;

– Cerca de 10% daquelas que inicialmente tinham uma osteopenia mais importante (quase osteoporose)

Os pesquisadores ficaram muito surpresos como a osteoporose progride muito lentamente .E assim concluíram, que na maior parte dos casos, a densitometria pode ser pedida com um espaço bem grande de tempo (5-10 anos de intervalo)


Faça seu Comentário

Seu e-mail não está cadastrado. Preencha os campos com *, eles são Obrigatórios!


instituto O Instituto Osmar de Oliveira construiu ao longo destes últimos 37 anos uma trajetória de sucesso e profissionalismo, tornando-se referência em São Paulo na área da Ortopedia, Medicina Esportiva e Reabilitação.

R. Dona Germaine Burchard, 332 - Perdizes - São Paulo - SP - CEP 05002-061

Últimos artigos publicados